Ligue-nos
Envio grátis acima de 24.99€!
0
Categorias    Perda de Peso    Perda Peso Homem    Extreme Cut Explosion Man 90 V-Cáps
-15%
 
Extreme Cut Explosion Man 90 V-Cáps
Gold Nutrition
Extreme Cut® Explosion é agora mais natural, contém plantas nativas de África, e Ásia, as quais, demonstraram ser eficazes na redução do peso, combinadas com nutrientes específicos para o metabolismo
Promoção válida de 18 de setembro 2020 a 31 de outubro 2020
 
16,99€ 19,99€
 
Pontos acumulados na compra de 1 produto = 17
Tamanho
 
Quantidade
- +
Adicionar à caixa
 
Favoritos
Portes grátis em compras superiores a 24.99€
 
Descrição
Mais informação
Modo de utilização
 
Extreme Cut® Explosion GoldNutrition® Nova Fórmula Termogénica

SUPLEMENTO ALIMENTAR INDICADO PARA:
 Estimular o metabolismo.
 Promover a redução da massa gorda.
 Ajudar na otimização da composição corporal
 Atuar na melhoria do foco e estado de alerta.

Apresentação: Frasco com 90 cápsulas vegetais Referência: GN61330.

Extreme Cut® Explosion é agora mais natural, contém plantas nativas de África, e Ásia, as quais, demonstraram ser eficazes na redução do peso, combinadas com nutrientes específicos para o metabolismo.

Esta nova combinação, mantém a sinergia que permite o efeito estimulante e acelerador do metabolismo, a otimização do metabolismo dos açúcares, reduzindo assim acumulação de gordura, e por outro lado favorecer o bom funcionamento da tiroide, com o objetivo final de aumentar os níveis de energia.

BREVE DESCRIÇÃO DE INGREDIENTES:

Cafeína: Estudos sugerem que a cafeína pode estimular a termogénese através da estimulação do metabolismo lipídico, com um aumento da lipólise. Este efeito permite relacionar o consumo de cafeína com a diminuição do peso corporal1 . Estudos mostram um aumento da taxa metabólica basal, após o consumo de cafeína2 , o que permite uma maior produção de energia e o favorecimento da diminuição do peso corporal.

Chá verde: Estudos têm mostrado que o consumo de chá verde com uma alta concentração de polifenóis e especialmente epigalocatequina galato, favorece uma diminuição significativa do peso corporal, como uma melhor manutenção do peso perdido. Os polifenóis do Chá verde, são responsáveis pela ação direta do chá verde sobre as células gordas, inibindo a sua formação e induzindo a destruição dos adipócitos maduros por apoptose3 .

Coleus forskohlii: Muitos estudos sugerem que, a forskolina, principal fitoquímico do Coleus foskohlii, ao aumentar a quantidade de cAMP (adenosina monofosfato cíclica), estimula a degradação das gorduras no interior das células e aumenta a termogénese4 .

Crómio: Entra na composição do fator de tolerância à glucose (GTF), fator que potencia a ação da insulina5 , controlando assim o nível de açúcar no sangue e, consequentemente, o apetite. A insulina tem também uma função anabólica descrita, uma vez potenciada a sua ação, esta contribui para o aumento da massa muscular, para uma melhor utilização da glucose pelos músculos, permitindo um maior desenvolvimento, recuperação e eficácia. Alguns estudos indicam que a suplementação com crómio ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina e o controlo glicémico, enquanto atenua o aumento do peso e a acumulação de gordura corporal6 . A suplementação com crómio pode ajudar também a controlar o tamanho da refeição e o apetite. Num estudo onde se utilizou suplementação com crómio durante 8 semanas, verificou-se uma diminuição significativa do tamanho da refeição, da sensação de fome e da necessidade de ingestão de hidratos de carbono7 .

Tirosina, Acetil-L-Tirosina: A tirosina é um aminoácido não essencial que desempenha um papel muito importante para estimular o metabolismo e aumentar a degradação de gordura. A sua principal função no organismo é ser precursor de tiroxina e neurotransmissores como a dopamina, epinefrina e norepinefrina8 . Isto pode permitir um aumento do metabolismo e da eliminação das gorduras.

Irvingia gabonensis: Um estudo com um extrato de semente de Irvingia gabonensis sugere que este ajuda a diminuir o peso em indivíduos com sobrepeso e/ou obesidade, tendo um impacto favorável em outros parâmetros de saúde. Este extrato (IGOB131) administrado duas vezes ao dia, para indivíduos saudáveis, com sobrepeso e obesos resultou em redução de peso (peso corporal, gordura corporal, cintura) e melhoria de parâmetros metabólicos associados à resistência à insulina9 .

Café verde: O extracto de café verde é um suplemento alimentar derivado dos grãos de café verde. Possui uma composição semelhante aos grãos de café, mas com um conteúdo muito maior de compostos conhecidos como ácidos clorogénicos, sendo o mais importante o ácido 5-cafeoilquínico. Este, reduz a absorção de glicose pelo intestino e inibe a atividade da glucose-6-fosfatase (enzima que, no fígado, hidrolisa o glicogénio em glicose, contribuindo, assim, para aumentar os níveis de açúcar no sangue). Deste modo, as propriedades do café verde estão provadas ao nível da redução da glicemia pós-prandial, na diminuição da concentração dos lípidos no sangue e como antioxidante. Estudos em humanos relatam uma associação inversa entre a ingestão de extracto de café verde e o ganho de peso10 , bem como na acumulação de gordura, principalmente no fígado e na zona abdominal 11 e também alterações positivas em vários marcadores de glicémia em idosos12 .


1. Am J Clin Nutr. 2006 Mar;83(3):674-80. 2. Altern Med Rev 2005; 10(4):321-325. 3. Obesity Research 2005, Vol. 13, Nº6. 4. Altern Med Rev 2006; 11(1):47-51 5. Proc Natl Acad Sci USA 1981; 78:3363-7 6. Diabetes Care 2006; 29(8): 1826-32. 7. Diabetes Technol Ter 2008; 10(5):405-412 8. Essentials of Sports Nutrition and Supplements. International Society of Sports Nutrition; 2008. 9. Lipids in Health and Disease 2009, 8:7 doi:10.1186/1476-511X-8-7 10. Changes in caffeine intake and longterm weight change in men and women,” American Journal of Clinical Nutrition, vol. 83, no. 3, pp. 674–680,2006. 11. BMC Complement Altern Med 2009;6:9. 12. Are there associations between coffee consumption and glucose tolerance in elderly subjects?” European Journal of Clinical Nutrition, vol. 60, no. 10, pp. 1222–1225, 2006.
 
Relacionados
Mais Vendidos
Tabela Nutricional
 
 
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies.
Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.